sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

1a. ULTRAMARATONA DE 48h

SOBREVIVI......e bem! 181km, CAMPEÃ FEMININO.
Vez por outra tento a todo custo acordar. Quem sabe um sonho???
Com certeza, um sonho realizado! Contra fatos não há argumentos como diz o "velho
deitado"...rs Durante 48h fui protagonista da maior prova de corrida de resistência
do mundo: A ULTRAMARATONA E 48h que, pra minha felicidade e dos meus
colegas, teve, graças ao ULTRAMARATONISTA JOSINO BAHIA, sua primeira
edição da Bahia aqui em Salvador. Isto facilitou nossa participação uma vez que sendo
aqui, os custos diminuiram. Focada nos 160km que precisava para completar a
prova, antes de encarar as pistas pensei em fechar nos 200km. Coisa de caloura em
48h pois a realidade é bem diferente e logo no início da prova estabeleci minha nova
meta dos 180km o que foi honrado com muita garra e determinação. Fechei a
prova nos 181km, um feito maravilhoso levando em conta o terreno
completamente acidentado, piso irregular, muita ladeira e a temperatura do verão
de Salvador que dispensa maiores comentários. Importante é que cheguei inteira,
na paz e fazendo festa como é minha marca registrada nas provas das quais participo
sejam elas de 5 ou 181 km...rs Chata eu? rs Às 10h do dia 12.12.08 (sexta-fr), sob
as bênçãos de Deus foi dada a largada. Momento emocionante só tem igual qdo se ouve
o apito final avisando q a prova foi encerrada. Sei lá, acho que na largada a sensação
é mais intensa... Muito legal, indescritível! A gente se abraçou e ouvi bem qdo o colega
ARAÇÁ gritou ironicamente: bom final de semana galera!rs morri de rir e realmente a
gente só pararia de correr no domingo qdo o final de semana estaria terminando..rs
Mas, foi dando tudo certo, às 4 da tarde fechei uma Maratona. À noite tive a companhia
de meus queridos amigos, professores e Personais da Academia HAMMER,
RAFAEL SEARA e MATHEUS RICCIO. Meninos do bem, me deram a maior
força, apoio e todo incentivo que precisava pra me sentir monitorada na prova.
Recomendações muitas, me trouxeram repositores energéticos, sucos, lanches e o
reforço necessário pra estar protegida. ULTRA de 48h é diferente. Não se pode partir
pra cima como se estivesse no asfalto correndo uma prova de 10km. Aqui o negócio é
provar resistência e não velocidade. Numa prova longa desta tem que se ter o máximo
de cuidado até pq o menor machucado lhe tira sumàriamente da jogada. Aprendi com
meus colegas e segui na paz para, com o incentivo e apoio incondicional do
meu marido, minha família (filhotes, mãe, irmãos, sobrinhos etc e tal), fechar
meus 100km com 24h de prova. Este foi um pedido insistente do meu marido que
pouco antes da largada bradou: quero 100km amanhã às 10h.... Fui lá e conferi sem
dó nem piedade. No sábado pela manhã, um banho pra renovar o corpicho e a visita
de muito mais amigos que correriam uma CROSS de 06 km no mesmo percurso da
nossa ULTRA. Minha amiga ZEZÉ foi a vencedora da prova. Às 10h da manhã do
sábado deu-se a largada da ULTRA de 24h e o percurso ficou bem mais animado,
com muito mais atletas na pista. Mais um dia de muito sol, calor e muita felicidade.
À tarde meus pés quase cansados e calejados não aguentaram o tênis (foram vários
durante a prova). Não medi esforços em pegar uma sandália e mandar ver.
Guardei a danada pra fazer minhas próximas ULTRAS. Não é q deu certo?
Vale aqui um comercial para a bendita IPANEMA LILÁS...rsrs NOSSA!
À noite do sábado tive a felicidade de contar com o apoio de FLAVINHA, minha
querida Prof. da Academia HAMMER que me obrigou a comer muito chocolate,
fez várias voltas no percurso comigo deu massagens nos meus pés (nossa!! nunca vi
uma massagem tão bacana viu Flá?) rs chegou na hora exata, uma renovada e tanta!
Ficou boa parte da noite. Ela se denominou "gatorade humano" pq quando a vi
comecei a correr tão forte que nem eu acreditava no que via...rsrs Corri que nem
uma gazela...rs Mais uma noite se passa dentro da normalidade prevista.
Aguardando ansiosamente a chegada do domingo qdo finalmente me consagraria
como CAMPEÃ da maior CORRIDA DE RESISTÊNCIA DO MUNDO...
Não me canso de repetir. Vocês vão ter que me aguentar...rsrs Logo cedo, ainda
de sandálias, ganhei muito gás vindo sei lá d onde e botei pra quebrar. Fiz as últimas
4h da prova como se estivesse começando uma prova de 10km. Coisas de Deus, só
pode. A cada metro sentia muito forte a presença dÊle em mim pq jamais teria esta
resistência toda, aquilo não era normal. Cada amigo que chegava para assistir o
final da prova eu cumprimentava com muita força, garra e ninguém queria acreditar
que eu estava alí a quase 48h. Nem eu, pode crer... Digo isto com um misto de orgulho
e humildade. Orgulho de uma atleta que aos 51 anos troca o maço de cigarros pelo par
de tênis e quatro anos depois se consagra como CAMPEÃ de uma prova de resistência
deste porte. Mas tem tb a humildade de alguém que sabe muito bem que sem a ajuda
de Deus e o apoio da família e dos amigos nada disso seria possível. Finalmente, às 9:58h
do domingo 14.12.08 me aparece do nada uma BANDEIRA do meu PAÍS com a qual
cruzei a linha de chegada em altíssimo estilo. Eram exatamente 10h do dia 14.12.08,
num domingo de muito sol, sob os aplausos de uma torcida do bem e eu seria a mais nova
ULTRAMARATONISTA DA MAIOR PROVA DE CORRIDA DE RESISTÊNCIA
DO MUNDO: As 48h em pista. A única baiana e talvez a única brasileira a realizar
o feito. Vamos vcer isso aí. Pesquisarei sobre o assunto.
E como no começo deste texto escrevi: SOBREVIVI. Fui lá, 181k. É CAMPEÃÃÃ.....
Segunda-fr cedo, vida continuou normal. Academia, trabalho etc. Nada de dor, nada de
parar pra recuperar. Já nasci recuperada. Só um pouco de cuidado porque passei duas
noites sem dormir. Não durmo qdo corro resistência. Prefiro nem me deitar. Se fizer isso
corro o risco de não levantar ou ficar indisposta. Ligo direto! Terça-fr, treinos de corrida
na minha querida J.C.CORB mas meu querido e idolatrado salve salve treinador só me
deixou fazer 45 minutos de trote leve. Azar o dele... T AMO PROF. GUGU! rs

**********
Agradeço de coração ao ULTRAMARATONISTA JOSINO BAHIA, Presidente
da AMEBA (Associação de Maratonistas do Estado da Bahia) e à sua esposa
MILEIDE BAHIA pela força, incentivo e apoio incondicional dispensado aos seus
atletas durante toda a prova. Diria que MILEIDE é um verdadeiro anjo da guarda
sempre velando por nós a cada segundo destas 48h. Literalmente! Ela esteve conosco
passo a passo e podemos sentir o amor que nos dedicou a cada instante. MILEIDE,
VC NÃO EXISTE! T AMO! A prova foi bem assistida no sentido de alimentação,
muita fruta, melancia, uva, água de côco, refeição à base de massa (não comi, não como
qdo corro) só bebi muito líquido e mandei ver nas frutas. ADORO!
Tudo beleza, nada a reclamar.

**********
Ao meu marido, minha mãe, meus filhotes, minha norinha, meus irmãos,
meus sobrinhos, meus amigos, pô, fica difícil encontrar palavras para agradecer
a vocês. Dedico-lhes minha vitória. MELHOR ASSIM!!!!

********
Meus coleguinhas e amigos do ORKUT, a maioria que nunca vi pessoalmente mas
posso senti-los através do coração, não tenho como agradecer. Vocês foram peça
fundamental pra toda esta felicidade q sinto agora. Os atletas, principalmente,
podem entender de cátedra o significado de cada palavra deste texto escrito sob
impacto do quase, pra mim, incrível.
AMO TODOS VOCÊS e preciso continuar contando com esta força.
DEUS OS PROTEJA CADA DIA MAIS!!!

E que venham outras provas, estarei em quantas Deus permitir.

ULTRABEIJOS, ULTRAABRAÇOS, TUDO ULTRA.....rsrs
Chata eu???? Eu tô é FELIZ, MUITO FELIZ!!!!

ULTRA Sandrinha
Sua Atleta CAMPEÃ!!!





2 comentários:

claudia marchetti disse...

Parabéns, Sandrinha!!!
Relato emocionante e prova fantástica a sua!!!
Super bj prá baiana mais arretada que eu conheço!!!!

Cláudia Marchetti (Puc Runners)

Leandro disse...

Olá,vc sabe se essa Ultra de 48 horas terá um 2009?

Obrigado e parabéns pela prova